Rua Ilnah Pacheco Secundino de Oliveira, 132
Cidade Industrial - Curitiba - Paraná
Fone: (41) 3347-1866
Soldagem por Ultra-Som

A soldagem por ultra-som é um método muito comum de união de duas peças plásticas. Este método possibilita uniões fortes e confiáveis com ciclos muito curtos de operação.
Geralmente a unidade de Solda por Ultra-som é composta por dois componentes básicos, o primeiro é a fonte de energia que transforma a freqüência da energia recebida de 60 Hz para geralmente 20 khz. O segundo é o conversor responsável por converter a energia elétrica em movimento mecânico e aplicá-lo na peça a ser soldada através do sonotrodo, o qual é desenhado para a peça a ser soldada.

Alguns pontos importantes para se obter boa qualidade de solda:

Materiais com fibra de vidro apresentam maior dificuldade de solda, já que a fibra não se funde, neste caso deve utilizar máquinas de solda mais potentes para garantir a fusão da fase polimérica do composto.

Os materiais das peças a serem soldadas devem ser compatíveis entre si.

Contaminantes como óleos, graxas ou silicone dificultam a união do material fundido. Deve-se garantir que as superfícies que serão soldadas estejam livres de contaminantes para garantir a máxima resistência da união.

Potência da Máquina de solda deve ser compatível com o material e dimensão da área de soldagem.

Projeto do Diretor de Energia é um item muito importante e responsável pela maioria dos casos de insucesso neste tipo de soldagem.
As figuras abaixo fornecem as dimensões para alguns tipos de diretores de energia.